Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

O grande espelho de fumaça da história

"Eu sou o outro de você", diziam os Maias. Estamos olhando para o espelho da nossa própria história? Lilian Schwarcz, Eliane Brum, Silvio Almeida e Jessé Souza nos fazem acreditar que sim. Em vários trabalhos, de diferentes áreas, resgatam, quantificam, interpretam e nos confrontam com o Grande Espelho de Fumaça, como na tradição dos povos Maias, que é nossa história. Esses autores, a todo momento tem me levado às memórias da infância, lá onde, na prática, os escravos negros foram descartados e nós, os imigrantes brancos renegados por nossas nações na Europa, descartados como massa de excedente populacional, chegamos para substituí-los. Capturados por mercadores na África ou pela miséria na Europa, embarcados em porões de navios, cada um a seu tempo aqui desembarcou. E foi abandonando à própria sorte. Nesse território que chamamos Brasil, como notou Darcy Ribeiro, carregamos, no mesmo corpo, a pele supliciada pelo chicote e a mão do carrasco. Embrutecidos e insensibilizados,

Últimas postagens

Belo Horizonte é uma cidade feia

2020

O Dilema das Redes. A manipulação final

A dor e a delícia de um governo bipolar

Os amores do caminho

Ondas digitais

Tatu não sobe em toco

O mundo de ontem

Bem-te-vi

O fim das ilusões